Make your own free website on Tripod.com
IV Copa do Mundo da FIFA - 1950
Desastre de Superga
Home

ft_acid_superga_torino.jpg

O avião que levava a equipe do Torino, base da seleção italiana, chocou-se com a basílica de Superga.

lapide_superga.jpg

Lápide em homenagem aos mortos no acidente de Superga.

 
 

A tragédia de Superga foi um acidente aéreo ocorrido a 4 de Maio de 1949. Às 17:05 horas , o Fiat G212 que levava a bordo toda a equipe do Torino Calcio se chocou com a fachada da basílica de Superga, perto de Turim.

Na 34ª rodada da temporada 1948-1949, o Torino tinha 4 pontos sobre a Internazionale e faltando 4 jornadas e 8 pontos por jogar, a Liga declarou-o campeão. Seu avião havia se chocado contra a basílica de Superga bem próximo de Turim, regressando de um amistoso com o Benfica de Lisboa. Não houve sobreviventes. Acabou-se neste dia a história da melhor equipe italiana, e uma das maiores do mundo, o Torino da década de 40.

4 de maio 1949, o mesmo dia da catástrofe, em honra ao brilhante Torino da época, a seus jogadores, técnicos e acompanhantes, a Federazione Italiana de Giouco Calcio declarou-o vencedor da Liga. Depois do luto nacional, e ante a comoção universal, a equipe juvenil substituiu por completo a equipe profissional ... para jogar as quatro partidas pendentes e venceu as quatro. Em 15 de maio de 1949 o Torino bateu o Genoa por 4 a 0, em 22 de maio, venceu o Palermo por 3 a 0, em 29 de maio bateu o Sampdoria por 3 a 2 e em 12 de Junho, em uma última partida emocionante, os juvenis bateram no Stadio Comunale de Florença, a Fiorentina por 2 a 0. Em um grande gesto de respeito, os quatro rivais também escalaram juvenis.

Assim, o Torino, líder esportivo, no dia do drama e declarado campeão de honra e luto, também foi proclamado campeão esportivo. Os juvenis honraram de tão bela forma os seus ídolos, como Valentino Mazzola, a estrela, o criador, goleador e organizador do grande Torino. Nem drama do desaparecimento da equipe pôde com a beleza da entrega e do jogo da equipe juvenil.

É que naquele então o Torino apaixonava, era o melhor da Itália, fazia uma década, a Juventus era então o segundo da cidade da Fiat. Este scudetto de 1949 era o quinto consecutivo. Em 1947/48, o Torino tinha marcado 125 gols em 40 partidas ... números inconcebíveis na terra da bota, não?

O Torino jogava no ataque, Valentino Mazzola, o mesmo melhor realizador com 20 a 30 gols anuais, o pai de Sandro Mazzola do Inter dos anos 60, animava e iluminava o balet dos gols de Menti, Loik, Gabetto, Ossola, com Grezar, Rigamonti e Castigliano na medular e poucos zagueiros, que até tinham nome de balet: Ballarin, era o cabeça de área. E bailava diante de Bacigalupo, "Lupo" de guarda que não tomava gols porque seus companheiros se consagravam a atacar e marcar gols nos adversários incautos para o descanso de seus escassos zagueiros.

No 4 de Maio de 1949 morreu o melhor do futebol da Itália em Superga e 10 anos mais tarde o calcio estreava o catenaccio, e o Torino criativo e ofensivo de Valentino já era uma simples lembrança dramática. É possível também que a historia do futebol italiano mudou esse dia. O Torino só ganharia um scudetto mais em 1976.

Veja aqui reportagens sobre o Acidente de Superga e homenagens ao Grande Torino de 1949.

Volta à página principal